Como lidamos com as nossas emoções


Já citamos por diversas vezes o quão difícil é, enquanto encarnados, estar encarnado.

Estar encarnado é estar sujeito a dificuldades e provas a que nos dispomos, geralmente, antes de virmos para esse mundo.

A Terra é um planeta de provas e expiações e, se aqui estamos, é porque somos Espíritos errantes, com a necessidade de sermos testados e ainda imperfeitos. Provavelmente, diante de nossas falhas do passado, pedimos muito por essa oportunidade de virmos mais uma vez.

Enquanto no plano Espiritual, nossa mente muito mais expandida, consegue compreender, visualizar os pontos que precisamos melhorar e os débitos a quitar. Conforme várias comunicações já recebidas, nos lembram os Espíritos amigos, que nos envergonhamos da forma com a qual nos vemos: nossos mimos, mediocricidades, chateações com coisas tão pequenas. Perdemos o tempo que temos de uma encarnação com lixos energéticos que carregamos em forma de mágoas, rancor e falta de fé.

Aqui estamos e aqui devemos encarar as dificuldades que nos aparecem.

Sabemos que tudo passa e que, lá na frente, tudo o que aconteceu ficará mais claro - os porquês dos porquês que hoje não nos damos conta - e somente no futuro é que iremos sorrir e agradecer por aqueles momentos tristes e difíceis, mas que nos fizeram crescer e amadurecer o Espírito.

Quantas foram as situações difíceis que passamos, da qual não víamos maneira de resolver, mas que, dado certo tempo, olhamos pra trás e nos lembramos com gratidão e outras até mesmo com humor?

A forma como lidamos com os acontecimentos da vida influenciam no nível a que elevamos nosso Espírito.

Somos diferentes uns dos outros... Temos diferentes emoções e formas de lidar com os acontecimentos.

Mas acredite: a forma com a qual encaramos todo esse "pacote" que vamos acrescentando coisas ao longo da encarnação, vai nos levar a um futuro diferente.

Por isso temos o livre arbítrio para decidirmos por nossa própria conta, o que fazer e qual caminho seguir.

Hoje, alguma situação de injustiça pode trazer um sentimento de raiva, por exemplo.

Mas o que fazer com essa raiva?

Carregar consigo e emanar por onde passar, afetando as pessoas ao redor, a comida que está sendo feita, descontar nas atitudes, no trânsito ou qualquer outra coisa negativa?

Ou,

Essa raiva pode ser acalmada com uma oração, com uma conversa e canalizada para que essas situações não ocorram novamente.

Está em nossas mãos!

Não estamos isentos de sentir esse e outros sentimentos ou emoções, mas eles fazem parte da prova a que estamos envolvidos nesse mundo.

Que tal começar a exercitar a superação disso hoje?

Respire fundo;

Reflita;

Ocupe sua mente - e se puder ocupar o corpo também - com outras atividades;

Faça uma oração;

Encontre alguém que possa ajudá-lo, ouvindo-o;

Escreva num papel ou diário o que está sentindo.

São diversas maneiras de tentar aliviar as emoções que naturalmente nos acometem. Cada coração saberá o que lhe cabe melhor.

Entenda que ninguém é perfeito nesse mundo e que não podemos colocar expectativas de que tudo sairá da forma que desejamos.

Outros podem estar precisando tanto de nossa atenção e ajuda quanto nós, e nem mesmo imaginamos.

Acredite em você e tenha fé na felicidade futura - não estamos sozinhos nessa jornada!

Com votos de paz e compreensão de si mesmos.

Equipe Recanto do Saber.

Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procure por Palavras-chaves
Siga-nos
  • Facebook Basic Square

Rua Engenheiro Odebrecht, 87 - Garcia
Blumenau - SC

Brasil

Fone: 55-47-3336-2204

          55-47-99729-8311

Todos os direitos reservados CEIL - Recanto do Saber