Sintonizando as vibrações e mantendo a mente aberta.


Quantos de nós, seres humanos, pensantes, em uma experiência encarnatória, paramos para avaliar a nossa vibração e nossos pensamentos no decorrer do dia?

Certamente com a correria do dia a dia, com as necessidades diárias desenfreadas e movidos por impulsos e prazeres, quase nunca paramos (e temos tempo) para fazermos a “prova real” do que estamos vivenciando , pensando, ou ainda qual a linha de interesse que estamos seguindo para alimentar nossos pensamentos...

Atropelamos pensamentos bons utilizando-nos de xingamentos, palavrões, raivas contidas desenfreadas, preconceitos, mágoas que corróem o cerne mental, por vontades e desejos de sempre buscar uma razão ou ainda em ter razão.

Nutrimos no nosso âmago sentimentos deturpados que corróem e “mancham” nosso perispírito, fazendo eclodir em determinado momento, sintomas e diagnósticos de acordo com a nossa vibração, merecimento ou ainda alimento mental.

Da mesma forma que nutrimos nosso corpo e mantemos ele limpo, precisamos nutrir nossa mente diariamente, retirar o lixo mental que acumulamos por meio dos nossos vícios, orgulho, intolerância.

Se nosso corpo é um reflexo do que comemos, nosso perispírito, sendo uma cópia fiel do nosso corpo físico, recebe tudo o que depositamos nele enquanto encarnados. Sendo assim, nossos pensamentos e comportamentos viciados são um “reflexo” aonde refletem e atingem toda a nossa estrutura psíquica, e é em nosso espírito que registramos tudo o que aqui sentimos, pensamos e conquistamos.

Se, diariamente, atropelamos nossa caminhada com palavras grosseiras, gritos irados, vícios físicos (fumo, bebidas alcoólicas, sexo, drogas, excesso de medicação) e vícios mentais (pensar mal sobre e para o outro, alimentar fofocas e intrigas...) produzimos uma carga de lixo mental que deturpa nossa vibração, vindo a desencadear situações que aos olhos físicos são punitivas, mas que possuem, em sua maior finalidade, nos corrigir, dar uma nova chance/oportunidade de rever a bagunça mental que realizamos.

Vamos então aproveitar toda a energia revigorante com a lembrança do renascimento de Cristo, para realizar uma limpeza mental, retirar o que não faz bem ao nosso corpo e ao nosso espírito. Que possamos deixar renascer dentro de nós, da nossa mente e do nosso coração sentimentos e desejos espelhados no amor, na tolerância e na compreensão de produzimos o que queremos para nós.

De que forma?

Que possamos seguir algumas dicas:

  • Livre-se de preconceitos: independente para quem, ou situação, o preconceito é falta de informação, egoísmo e falta do amor universal ensinado por Jesus;

  • Seja capaz de ouvir opiniões contrárias às suas e ponderar sobre elas: combatendo o orgulho de se manter um paradigma, um status social, uma imagem projetada;

  • Tente não se irritar com tanta facilidade: busque em momentos de ira, ansiedade e angústia, manter a mente livre de pensamentos pessimistas, que alimentam ainda mais esses sentimentos e impulsionam para uma ação que pode ser prejudicial;

  • Quando for tomar alguma atitude ou falar algo sobre alguém, busque responder rapidamente 3 perguntas importantíssimas: 1ª: VAI FAZER EU ME SENTIR MELHOR; 2ª: NÃO IRÁ ME PREJUDICAR; e 3ª: NÃO IRÁ PREJUDICAR O OUTRO. Caso empacar, travar, esbarrar em alguma dessas significa que talvez não seja a atitude correta a ser feita.

  • Esvaziar as sujeiras adquiridas: diariamente absorvemos pensamentos que não são nossos. Ouvimos alguém comentar ou fazer algo e pegamos para nós, nos afetamos de alguma forma... ou ainda, fechamos nossa mente para as intuições da espiritualidade e nos sintonizamos com outros tipos de espíritos (como um rádio), vai depender de nós, filtrar o que estamos ouvindo, pensando, vendo ou até mesmo experienciando;

  • Analisar e eliminar os nossos maus hábitos como as fofocas, intrigas, melindres, as lamentações e reclamações. QUANTOS DE NÓS RECLAMAMOS DE TUDO, ABSOLUTAMENTE TUDO;

  • Buscar e persistir em se conhecer, controlar e se melhorar a cada dia, se percebendo, se analisando e, principalmente: Agradecendo todos os dias ao invés de reclamar. Aceitar a todos sem distinção de sexo, raça, classe social. Buscar o autoconhecimento e compreender que nem tudo é como queremos e que as pessoas são movidas por habilidades inatas, sendo cada um único. Mas que age e interage, que move energia com seus pensamentos, desejos e ações.

Vamos abrir nossa mente, modificar nossa linha de interesse, eliminar maus hábitos e comportamentos, enquanto temos tempo.

Vamos estudar mais, e nos dedicar às “fortunas” e prazeres morais ao invés das fortunas materiais, para que possamos completar nossa jornada reencarnatória de forma satisfatória, eliminando débitos e evitando lamentações e evitar precisar retornar para “consertar” o que aqui, desenfreadamente, estragamos, com nossos vícios mentais e físicos.

“A verdadeira pureza não está apenas nos atos; está também no pensamento, pois, aquele que tem puro o coração nem mesmo pensa no mal”. (Evangelho Segundo o Espíritismo – cap. VIII)

Com votos de um final de semana de reflexão!

Equipe CEIL Recanto do Saber.

Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procure por Palavras-chaves
Siga-nos
  • Facebook Basic Square

Rua Engenheiro Odebrecht, 87 - Garcia
Blumenau - SC

Brasil

Fone: 55-47-3336-2204

          55-47-99729-8311

Todos os direitos reservados CEIL - Recanto do Saber