"A luz na escuridão"


"Vi a luz do sol brilhante e fulgurante como nunca.

Mas quando acordei, logo vi ter sido um sonho e continuava nas trevas escuras que havia produzido para minha estadia nas sombras.

Pensava, como se pode viver assim, por que estou aqui, se tenho convicção da luz?

Como sair e ver a luz? Sou mal?

Não tem outros muito piores que eu, não matei ninguém, não fiz crime algum, como posso estar aqui?

Algo está errado, eu sei. Algum engano ocorreu.

Vou me queixar a quem?

Mas, logo ao conversar com outros que lá estavam, percebi algo em comum, ao que eu gostava de fazer e eles contaram-me as suas enroladas, os engodos constantes que desempenhavam no dia a dia, da lei de Gerson, e dos tantos tolos que foram enganados, dos “manés” que entraram numa fria.

Ah, logo me dei por mim, e percebi que as respostas que buscava, estavam ali mesmo nas condições dos que me cercavam, tinha os que davam nó em pingo d’água.

Comecei a entender o quanto tinha ludibriado. Não escapou ninguém, até minha própria mãezinha, amigos, parentes; os estranhos, nem se fala.

Aí me passou as imagens das maiores trapaças em pessoas que sucumbiram em suas perdas.

Só agora me dava por conta dos tantos prejuízos que havia proporcionado.

Bati com a cabeça nas mãos e supliquei o perdão junto com o arrependimento que veio lá do fundo do meu ser. Um arrependimento cheio de conscientização.

Temos que, às vezes, nos obrigar a enxergar os erros que não queremos ver: caí em pranto, e de mão atadas ao rosto, me surpreendi, senti uma luz, algo que clareava.

E foi igual ao sonho, tirei as mãos e lá estava o sol e uma praia linda, era a terra novamente e lá fui socorrido, enfim.

E a luz venceu a escuridão do meu ser que hoje fala: Encaremo-nos, frente a frente, todos os dias, para que não enganemo-nos a nós mesmos."

Samuel.

(Psicografia recebida por José Fernando Araújo, em 23/06/2002, na reunião mediúnica da CEIL Recanto do Saber, Blumenau/SC - Livro: Contos do Outro Lado, p. 39/40)

Mensagens como essa nos fazem refletir sobre o nosso dia a dia, nossas atitudes e nos leva a questionarmos: como estamos vivendo cada dia aqui nesse mundo?

De fato, viver num corpo carnal não é fácil, mas também não precisamos complicar ainda mais a vida.

Essa oportunidade maravilhosa de nos recuperarmos e evoluirmos nas fraquezas que trazemos de outras vidas. É agarrar essa oportunidade, que pode, muitas vezes, ser A OPORTUNIDADE e nem sempre enxergamos. Pensamos que podemos voltar outras vezes, mas devemos encarar como se fosse a última chance.

"Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje", esse dito popular traduz em poucas palavras que não devemos deixar para nos melhorar depois, se podemos fazer isso no presente. Que pode significar um novo aprendizado, o perdão a alguém ou a si mesmo, uma boa leitura, conhecer um lugar novo, ajudar alguém, empreender uma obra que vai trazer melhorias a várias pessoas.

Não deixe para se arrepender no momento de desenlace da vida corpórea.

Pense, reflita. Sempre é tempo de se vigiar e recomeçar.

Deixe clarear a luz no meio da escuridão.

Comece hoje!

Com votos de reflexão e paz interior.

Equipe CEIL Recanto do Saber.

Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procure por Palavras-chaves
Siga-nos
  • Facebook Basic Square

Rua Engenheiro Odebrecht, 87 - Garcia
Blumenau - SC

Brasil

Fone: 55-47-3336-2204

          55-47-99729-8311

Todos os direitos reservados CEIL - Recanto do Saber