Sintonizando as vibrações e mantendo a mente aberta.

Quantos de nós, seres humanos, pensantes, em uma experiência encarnatória, paramos para avaliar a nossa vibração e nossos pensamentos no decorrer do dia? Certamente com a correria do dia a dia, com as necessidades diárias desenfreadas e movidos por impulsos e prazeres, quase nunca paramos (e temos tempo) para fazermos a “prova real” do que estamos vivenciando , pensando, ou ainda qual a linha de interesse que estamos seguindo para alimentar nossos pensamentos... Atropelamos pensamentos bons utilizando-nos de xingamentos, palavrões, raivas contidas desenfreadas, preconceitos, mágoas que corróem o cerne mental, por vontades e desejos de sempre buscar uma razão ou ainda em ter razão. Nutrimos n

Liberdade...

"Conta-se que dois homens caminhavam lado a lado. Um era jovem, trazia consigo sinais da inexperiência. Tinha olhos vivos e atentos a tudo como quem quer aspirar a vida em um só fôlego... Desejava modificar o mundo, revolucionar sua época, ensinar a todos o muito que já julgava saber... O outro trazia no semblante, as marcas do tempo, já não queria tomar o mundo, contentava-se em aprender um pouco aqui e ali, analisando, sereno as experiências que a vida lhe apresentava. Tampouco desejava deixar sua marca nos homens ou nas coisas que o rodeavam. Não queria discípulos e nem seguidores, não pretendia modificar a ninguém, a não ser a si próprio. Era cego de nascença. Porém apesar de ter os olho

Mudando pelo amor ou pela dor?

Vivemos intensamente cada escolha que fazemos em nossas vidas, sejam elas boas ou ruins. Sabemos que são nossas escolhas que nos fazem ser as pessoas que somos. Analisar antes de fazer uma escolha é tão importante que se cada pessoa analisasse antes de fazê-la evitaria muitas lamentações escolhas equivocadas. Se você está conseguindo viver a escolha que você fez, você está no caminho certo, mas se estiver difícil de vivê-la é porque algo está errado. Pare para analisar em que momento você a fez, o que não está dando certo na escolha que você fez, em que caminho essa escolha está te levando. Pense se você pode mudá- la. Sempre é tempo de mudar algo que não está nos levando a lugar algum.

Paciência: uma virtude cada vez mais escassa

Quando ouvimos falar em ter paciência, logo nos perguntamos como praticá-la, se vivemos em um tempo em que a falta de paciência atinge uma boa parte da população? Vivemos esse tempo em que todos se acham ocupados demais, vivem correndo pra tudo, na correria do dia a dia, muitas vezes acabam colocando afazeres sem importância como prioridades. A falta de paciência, às vezes, gera conflitos sem mesmo ter tido a necessidade da exaltação. Muitos dos conflitos que atingem a sociedade hoje, decorrem pela falta de paciência. Será que já paramos para pensar que muitas vezes, o motivo que nos faz ficar sem paciência é tão pouco e tão insignificante, que é perda de tempo ter dado atenção ao ocorrido

Pensar diferente...

Temos uma grande capacidade de julgar, de olhar para a atitude do outro e definir como errado ou o certo, considerando uma só variação: se pensa igual a mim é certo, se pensa diferente é errado. Sentenciamos sem dar oportunidade do outro expor suas razões e motivos, se quer paramos para pensar, refletir sobre a possibilidade do diferente... nem tudo varia entre certo e errado... é só diferente. É interessante se perguntar, se você tem o “julgamento” mais ameno para os que estão dentro do seu círculo de amigos e parentes. Se o seu filho ou algum amigo tem determinada atitude você reage de uma forma, e se é alguém que é noticia na TV você já julgaria com a sua “espada da justiça” de forma mais

Destaques
Posts Recentes
Arquivo
Procure por palavras-chaves
Siga-nos
  • Facebook Basic Square

Rua Engenheiro Odebrecht, 87 - Garcia
Blumenau - SC

Brasil

Fone: 55-47-3336-2204

          55-47-99729-8311

Todos os direitos reservados CEIL - Recanto do Saber