Ouvir e escutar

Ouvimos tantas vezes as pessoas falarem: "se precisar conversar, eu estou aqui. Estou aqui para lhe oferecer meu ombro amigo, se você precisar chorar..."

Essas palavras entre tantas outras, ouvimos quase sempre entre amigos e familiares, hoje em dia está bem comum ver em redes sociais também as pessoas publicarem essa frase.


Será que na prática isso funciona? Será que estamos prontos e disponíveis quando alguém quer apenas conversar com a gente? Ou será que passa aquele pensamento: "essa pessoa novamente com esse assunto!"


Muitas vezes ela ainda não conseguiu resolvê-lo, então ela procura falar novamente o mesmo assunto. E é aí o nosso momento de praticar a mais difícil das caridades... a caridade moral. Que é ouvir com atenção, sem fazer julgamento algum... Apenas escutar, escutar com o coração e passar pra ela que ela não está sozinha e que você está ali para escutá-la e não apenas para ouvi-la, porque há uma diferença entre ouvir e escutar.


A diferença entre ouvir e escutar.


O significado de ouvir... ouvimos e captamos tudo ao nosso arredor, porém não damos muita atenção ao que ouvimos, como: sons, barulhos, conversas etc... Já o escutar corresponde ao ato de ouvir com atenção.


O escutar corresponde a entender o que está sendo captado pela audição.


Entre ouvir e escutar há muita diferença. No decorrer do dia ouvimos e vemos muitas coisas, porém escutamos somente o que realmente nos interessa. Ouvimos muito, mas não damos a devida atenção aos assuntos. Então apenas ouvimos e não escutamos. Será que, com as pessoas que nos procuram para conversar, algumas vezes também agimos assim? Apenas ouvimos-las? ou as escutamos?


Vale apena fazer essa reflexão para vermos qual das duas ações estamos praticando.


Que bom se aprendêssemos a ouvir menos e escutar mais, escutar com o coração, pois ele age com atenção, amor e carinho e, muitas vezes faz com que você se coloque no lugar do outro.


Saber escutar com o coração é dizer com o olhar que você entendeu o outro e que está presente, seja o que for.


Aprender a escutar, não somente as palavras que saem dos lábios...mas as que estão lá nas entrelinhas do do coração, no cantinho das lembranças que estão presas no fundo da alma.


Se realmente escutarmos e prestarmos atenção no que o outro está confiando em nos falar, sem dúvida ele ficará mais confiante e resgatando em si mesmo a força de voltar a lutar por algo que já não acretitava mais. Dessa maneira a sua esperança renasce, como se visse aquela pequena luz brilhando no final do túnel.


Como é importante sabermos escutar alguém que nos procura para conversar. Muitas vezes somos intuidos pela espiritualidade maior sobre o que vamos falar para ela. Então não vamos apenas ouvir, mas sim escutar.

Todos merecem essa atenção!


Com votos de atenção e empatia.


Equipe CEIL Recanto do Saber.

Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procure por Palavras-chaves
Siga-nos
  • Facebook Basic Square

Rua Engenheiro Odebrecht, 87 - Garcia
Blumenau - SC

Brasil

Fone: 55-47-3336-2204

          55-47-99729-8311

Todos os direitos reservados CEIL - Recanto do Saber