Comece hoje!

Então... já estamos há alguns dias nesse novo ano, e muitos de nós já retornaram ao trabalho e aos seus muitos afazeres rotineiros.

Muitos com aquela sensação de que está sendo tudo como antes, que todas as expectativas com esse ano não se realizaram.

Observamos que muitos esqueceram as “metas” tão rápido quanto as criaram há algumas semanas.

Mas por que isso acontece?

Porque ainda somos “mimados” espiritualmente, depositamos nossa felicidade/realização pessoal a cargo de outras pessoas, deixamos de fazer por nós.

Reclamamos que o dia é curto, mas esquecemos que ele tem 24 horas para todos e tudo se resume a “como” utilizamos esse tempo, alguns usam para aprender e crescer, outros usam para estagnar e reclamar.

Reclamamos que nosso trabalho é complicado, que não fazemos o que gostamos, mas fazemos uma escolha diariamente quando acordamos: posso fazer meu dia diferente ou não, a opção que escolhemos se reflete no nosso trabalho, tudo é como encaramos nossa rotina diária.

Reclamamos que estamos gordos ou magros demais, o que impacta em nossa saúde e em nossa autoestima, mas esquecemos de que a única pessoa que pode mudar essa realidade somos nós mesmos. Deixamos para a “segunda-feira” para começarmos uma dieta ou uma rotina de exercícios. Esquecemos que a escolha é nossa de quando começamos e que adiar pode ser inadiável.

Podemos citar uma rápida história, que traduz um pouco sobre o que queremos dizer:

“Um homem muito maldoso, resolveu pregar uma peça em um mestre, famoso por sua sabedoria. Preparou uma armadilha infalível, como somente os maus podem conceber. Tomou um pássaro e o segurou entre as mãos, imaginando que iria até o idoso e experiente mestre, formulando-lhe a seguinte pergunta: ‘Mestre, o passarinho que trago em minhas mãos está vivo ou morto? ’.

Naturalmente, se o mestre respondesse que estava vivo, ele o esmagaria com as mãos, mostrando o pequeno cadáver. Se a resposta fosse que o pássaro estava morto, ele abriria as mãos, libertando-o e permitindo que voasse, ganhando as alturas. Qualquer que fosse a resposta, o mestre incorreria em erro aos olhos de todos que assistissem à cena.

Assim pensou, assim fez.

Quando vários discípulos se encontravam ao redor do venerado senhor, ele se aproximou e formulou a pergunta fatal. O sábio olhou profundamente o homem nos olhos. Parecia examinar o mais escondido de sua alma, depois respondeu calmo e seguro:

‘O destino desse pássaro, meu filho, está em suas mãos.’” (Fonte: Revista Cristã de Espiritismo - Ano XIV – Ed. 128)

Bom, assim como o nosso destino está em nossas mãos, a escolha de mudar e o tempo certo para isso também. Por que esperar o “amanhã”? Por que aguardar mais um segundo para mudar um pensamento, uma atitude, um detalhe em nossas vidas?

Vamos exercitar nesses próximos dias novos hábitos mentais, acordar e dar um “bom dia” de coração e não por obrigação. Fazer uma escolha saudável na primeira refeição que pudermos começar. Dar o primeiro passo numa caminhada sem volta. Sorrir mais para a vida sem esperar que ela sorria de volta para nós.

Sejamos os agentes da nossa transformação diária e paguemos o preço para ver o que acontece.

Cada um está convidado a contar sua experiência, compartilhe conosco.

Uma excelente semana com muita luz e paz...

Equipe CEIL – Recanto do Saber

Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procure por Palavras-chaves
Siga-nos
  • Facebook Basic Square

Rua Engenheiro Odebrecht, 87 - Garcia
Blumenau - SC

Brasil

Fone: 55-47-3336-2204

          55-47-99729-8311

Todos os direitos reservados CEIL - Recanto do Saber