Reformar sempre...


No decorrer dos anos precisamos realizar algumas reformas em nossa casa física como pintar as paredes, revisar a instalação elétrica, trocar alguns móveis. Sempre observando e buscando dar prioridade para o que não se utiliza mais ou que está estragado, danificado pelo tempo.

E conosco?

Como será que estamos realizando nossas reformas?

O que estamos escolhendo reformar e dando prioridade?

Muitos pensam que se reformar é comprar roupas novas, mudar de emprego e ganhar mais, ou ainda fazer uma plástica... uma cirurgia como tratamento de saúde.

A reforma está sempre acontecendo, PRECISA ACONTECER, para que possamos evoluir. Ela é constante e perpassa gerações e encarnações.

Será que não estamos prenchendo os “cômodos da nossa casa” com os vícios terrestres, que impregnam na nossa alma e corroem o nosso espírito?

E para esse questionamento muitos utilizam de justificativas como:

“Ah, mas eu não tenho vício nenhum... não fumo, não bebo, nem uso drogas.”

Será mesmo? Vejamos:

- Com que freqüência você utiliza aparelhos eletrônicos para jogar, assistir filmes, vídeos, novelas, etc? - Consome comidas em excesso e de forma exagerada? - Possui atitudes comportamentais de teor preconceituoso voltados à raça, posição social, religião, opção sexual ou estilo de vida de outrem? - Utiliza de manipulações emocionais para conseguir que a vossa vontade seja feita, ou buscando o que é melhor para si? - Realiza julgamentos e pré julgamentos impulsivos, ao visualizar uma cena na rua, em um estabelecimento ou até mesmo ouvindo um relato contado por outra pessoa? - Se vitimiza constantemente ou se melindra com o que vê, recebe e escuta das outras pessoas? - Se irrita com facilidade, perde a paciência com coisas banais vindo a não tolerar nada ou pouca coisa e terminando sempre em discussões demasiadas e exaustivas?

Alguma dessas situações já deve ter ocorrido ou ainda ocorre com muitos.

Fatos, situações e momentos que passam despercebidos no nosso cotidiano por estarmos condicionados a comportamentos apreendidos e fixados em nossa “casa mental” durante nossa existência.

Reformar é importantíssimo para o nosso melhoramento espiritual, mas o que é e como fazer?

É reformar o nosso EU, elevar-se na condição humana. Deixar de ser egocêntrico, orgulhoso e se tornar mais altruísta, visualizar o amor a si e ao próximo, é se doar com consciência.

Muitos ainda possuem uma má compreensão sobre a reforma íntima, se vêem como inferiores, pensam como algo místico, um ser angelical ou supremo, e de difícil acesso.

Mas a reforma é nada mais é do que se construir e reconstruir (sem reclamar) a todo o momento, eliminar o que “não presta” em nosso comportamento e sentimentos ruins, bem como, realizar o auto-perdão e o perdão ao próximo por situações conflitantes e embaraçosas que possam ter nos magoado, ferido nosso orgulho e nos afastado do amor.

Que tal fazer as pazes consigo mesmo?

Ver o que está de errado com seu comportamento, sentimento e pensamento (Já que eles atraem auxílio ou nos afastam do nosso melhoramento de acordo com o que nos sintonizamos).

Nossos pensamentos são energias, mas qual energia estamos emanando e recebendo?

A auto vigilância, a disciplina, o estudo e a força de vontade são a base dos primeiros passos para esta reforma.

Com votos de uma semana de olhar para dentro de si e muita paz.

Equipe Recanto do Saber.

Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procure por Palavras-chaves
Siga-nos
  • Facebook Basic Square

Rua Engenheiro Odebrecht, 87 - Garcia
Blumenau - SC

Brasil

Fone: 55-47-3336-2204

          55-47-99729-8311

Todos os direitos reservados CEIL - Recanto do Saber