Comprometimento com a vida que nos foi dada


“Enfermidades mentais e físicas são efeitos de atos anteriores, realizados sob o império da insensatez em reencarnações pretéritas. A dor, não tem uma função punitiva, mas educativa”.

(Joanna de Ângelis)

Quantos de nós pensamos ou acreditamos sobre a possibilidade dos nossos problemas advirem de outra encarnação. Julgando que uma situação conflituosa, uma mágoa, um relacionamento desgostoso ou ainda uma enfermidade que assola nossa alma e tira nosso gosto e vontade pela vida, derivarem de algo que precisamos resgatar, concluir, quitar um débito adquirido em outra existência. Sim, e não!

Há as encarnações, que o motivo pela qual elas são aspiradas na vida atual, são para perdoar ou ajustar algo que iniciou em outra existência.

As doenças surgem como correção de conduta referente à forma com que cuidamos ou depositamos nossa saúde, nosso comportamento e nossa vida.

Se fizemos uso de algum vício, medicações em excesso, alimentação desregulada, violências físicas, psicológicas e verbais para com os outros e conosco mesmo, e tantos outros fatores que motivam o reencarnar para amenizar ou sanar as oportunidades de aprendizado e evoluções perdidas.

Porém, por que não refletir os motivos sobre o que acontece em nosso cotidiano como sendo uma resposta da encarnação atual, a qual é vivenciada de forma desenfreada, repleta de vícios, atitudes desordeiras e que agridem a qualidade da vida atual, tanto física como perispiritual?

Como assim?

Partindo do exemplo de que o uso excessivo e prolongado de substâncias químicas desencadeiam doenças crônicas, deficiências orgânicas, físicas e psíquicas, bem como, a intolerância, ou incompreensão de uma determinada situação, ou comportamentos que fragilizam o corpo, debilitando o perispírito e assim a saúde física atual.

Modificações de condutas comportamentais, mentais e físicas auxiliam na ordenação e amenizam os resgates existenciais.

A tolerância, o perdão, o buscar espiritualizar-se e olhar para si e para o outro com amor e dedicação é uma forma de viver bem a existência atual, amenizar os males causados por tantos motivos impulsivos e impensáveis.

Julgamos as adversidades da vida como uma punição, como se Deus não nos amasse, ou que é muito ocupado e acabou esquecendo de nós.

Porém, em muitas situações, essa é forma, ou maneira que mais nos cabe aprender. Refletir nossas condutas e buscar formas corretivas baseadas na fé e no amor.

Conhecer a nós mesmos, compreender e amar o outro é a melhor maneira de evitar os processos doentios que destroem lares, encarnações e oportunidades de evolução.

Portanto, ao invés de buscarmos incessantemente saber o nosso passado para entender o presente, sigamos nosso caminho vigiando nossas atitudes e pensamentos desta atual encarnação, para que não venhamos a sofrer as consequências numa vida futura.

Com votos de muita paz e reflexão.

Equipe CEIL – Recanto do Saber.

Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procure por Palavras-chaves
Siga-nos
  • Facebook Basic Square

Rua Engenheiro Odebrecht, 87 - Garcia
Blumenau - SC

Brasil

Fone: 55-47-3336-2204

          55-47-99729-8311

Todos os direitos reservados CEIL - Recanto do Saber