"Tempos modernos x Preconceitos ultrapassados"


Nesse tempo que chamamos de “tempos modernos”, estamos vivendo um tempo, da qual o racismo e o preconceito andam juntos.

Hoje vivemos em uma sociedade com muitas pessoas preconceituosas, onde qualquer pessoa está sujeita a passar por um ato preconceituoso.

O preconceito hoje atinge muito mais pessoas do que há um tempo, pois vai além da raça ou da opção religiosa. Hoje, a pessoa que apenas não se enquadra nos padrões da sociedade, está sujeita a sofrer algum tipo de preconceito.

Existem diferentes manifestações e tipos de preconceito, sendo as suas formas mais comuns o preconceito social, racial (racismo) e sexual (sexismo ou homofobia).Existem diversos tipos de preconceito, por exemplo: machismo, misoginia ou sexismo, preconceito com as deficiências físicas, a faixa etária, a aparência, o peso, dentre outros.

Mas como podemos contribuir para que esse tipo de preconceito e racismo não se desenvolva entre nós, entre nossos filhos, dentro de nossos lares e entre familiares?

Na pergunta 799 de O Livro dos Espíritos, Kardec pergunta: De que maneira pode o Espiritismo contribuir para o progresso?

E os Espíritos respondem: “Destruindo o materialismo, que é uma das chagas da sociedade, ele faz que os homens compreendam onde se encontram seus verdadeiros interesses. Deixando a vida futura de estar velada pela dúvida, o homem perceberá melhor que, por meio do presente, lhe é dado preparar o seu futuro. Abolindo os prejuízos de seitas, castas e cores, ensina aos homens a grande solidariedade que os há de unir como irmãos.”

Nesses tempos modernos o preconceito já começa muito cedo, dentro das salas de aula. Existe muito preconceito, racismo e discriminação dentro dos colégios e este é um grande problema para todos nós.

O preconceito está presente em todos os setores da vida, independendo de local, condição social, raça, etc. Nas escolas, o preconceito é conhecido no mundo todo como: BULLYNG.

Desde muito cedo já devemos conversar com nossas crianças, mostrar a elas o que é certo e o que é errado, ensiná-las que não se julga nenhum coleguinha por motivo algum.

Devemos ensiná-las a entender e a respeitar as diferenças alheias, para que, no futuro, elas sejam pessoas de bem.

Ensiná-las a caridade e a compaixão com os seus semelhantes, ensinando-os que não há pessoas, nem melhores e nem piores do que eles, que diante de Deus somos todos iguais.

Não repreender uma criança que por um motivo ou outro agiu com ignorância ou preconceito diante de alguém é estar incentivando-o a ser assim quando crescer.

Há crianças com facilidade em aprender e não cometer um ato assim, mas há outras que os pais precisam ter firmeza e insistência em repetir que é errado qualquer ato que possa prejudicar alguém.

Na página 147 do livro O Evangelho Segundo o Espiritismo encontramos que “Desde o berço, a criança manifesta os instintos bons ou maus que traz de sua existência anterior. É necessário aplicar-se em estudá-los. Todos os males têm sua origem no egoísmo e no orgulho. Espreitai, pois, os menores sinais que revelam os gérmens desses vícios e dedicai-vos a combatê-los, sem esperar que eles lancem raízes profundas. Fazei como o bom jardineiro, que arranca os brotos daninhos à medida que os vê aparecerem na árvore.”

Sempre lembrando que a lei do retorno é infalível = não falha nunca. E temos a reencarnação para resgatar erros cometidos. Passar pelo mesmo que você fez o outro passar é uma forma justa, pois não se aprende se não sentir na própria pele o erro cometido.

ALLAN KARDEC - A GÊNESE (Caráter da Revelação Espírita, 36) nos diz:

"Com a reencarnação, desaparecem os preconceitos de raças e de classes sociais (castas), pois o mesmo Espírito pode tornar a nascer rico ou pobre, capitalista ou proletário, chefe ou subordinado, livre ou escravo, homem ou mulher. De todos os argumentos invocados contra a injustiça da servidão e da escravidão, contra a sujeição da mulher à lei do mais forte, nenhum há que prime, em lógica, ao fato material da reencarnação. Se, pois, a reencarnação funda numa lei da Natureza o princípio da fraternidade universal, também funda na mesma lei o da igualdade dos direitos sociais e, por conseguinte, o da liberdade..."

Vamos fazer a diferença, vamos plantar boas sementes, para que, em uma próxima encarnação, possamos colher lindas flores pelo caminho da vida... como disse Emmanuel, através de Chico Xavier: semeia, semeia...

Semeia , semeia ( Emmanuel – Chico Xavier )

“Cada coração do caminho é comparável a trato de terra espiritual. Muitos estarão soterrados no pedregulho dos preconceitos, ao pé de outros que se enrodilham no espinheiral da ilusão, requisitando tempo enorme para se verem livres. Entretanto, reflete na terra boa, lançada ao desvalimento.

É aí que todos os parasitos geradores da inércia se instalam, absorventes! … Terras abandonadas, terras órfãs! … Criaturas que andeiam pelo adubo da fé, almas que suplicam modesta plantação de esperança e conforto!…

Estes solos desprezados, muita vezes, te buscam, fronteiriços… Descerram-se-te à visão, na fadiga dos pais que a dor imanifesta suplícia e consome; no desencanto dos companheiros tristes que carregam no peito o próprio sonho em cinza; no problema do filho que a revota desgasta; na prova dos irmãos que sorriem chorando para que não lhes veja os detritos da angústia…

Sabes que a caridade, é o sol que varre as sombras; trazes contigo o dom de esparzir o consolo, podes pronunciar as palavras da benção; consegues derramar o que sobra da bolsa, transformando a moeda em prece de alegria; guardas o braço forte que levanta os caídos; teus dedos são capazes de recompor as cordas que o sofrimento parte em coração alheios, afinando-as no tom da música fraterna; retens o privilégio de repartir com os nus as roupas que largastes; nada te freia as mãos no socorro do doente; ninguém te impede, enfim, de construir na estrada o bem para quem passa e o bem dos que virão...

Não te detenhas, pois, no vazio das trevas!… Planta a verdade e a luz, o júbilo e a bondade. Se percebes a voz do excelso semeador, escutá-lo-ás, a cada passo, rente aos próprios ouvidos, a dizer-te confiante:

– Trabalha, enquanto é tempo e semeia, semeia, semeia!…"

Vamos semear sementinhas boas nos corações de nossas crianças e das pessoas ao nosso redor, para que, no futuro, não sejam semeadores de racismo e de preconceitos, mas sim semeadores de paz e de alegria.

Com votos de serenidade, paz e bons exemplos!

Equipe CEIL Recanto do Saber.

Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procure por Palavras-chaves
Siga-nos
  • Facebook Basic Square

Rua Engenheiro Odebrecht, 87 - Garcia
Blumenau - SC

Brasil

Fone: 55-47-3336-2204

          55-47-99729-8311

Todos os direitos reservados CEIL - Recanto do Saber