Plantar para colher


Somos espíritos, e por isso somos eternos... você tem consciência disso?

O que você tem feito pela sua eternidade?

O que você está deixando de legado? Que sementes tem plantado?

Praticar o bem, a bondade e o amor...

Assim, como as migalhas de pão, deixadas pelo caminho na história de João e Maria, para que achassem seu caminho de volta, nós também deixamos nossos “rastros”.

Precisamos ter consciência de que esse caminho que trilhamos, será nosso legado, a estrada que nos orgulhará ou nos envergonhará.

Dessa vida nada se leva, nenhum bem material, nada que você tenha comprado ou ganhado. Levamos aquilo que somos, aquilo que só cabe no coração... no nosso e das outras pessoas que convivemos.

Você está encarnado, você está em uma condição de vida mais ou menos confortável, você está homem ou mulher... você ESTÁ. Porque você É Espírito, você é muito mais que o aqui e agora, você já está colhendo o que plantou lá atrás.

Por isso reflita sobre e o que está plantando hoje?

Suas atitudes, e pensamentos.

Vamos supor que nossos pensamentos e palavras fossem balõezinhos.

Você pensa em algo, fala algo e, automaticamente isso é lançado, emanado, jogado no universo.

Mas esse balão é bom ou ruim?

Quantos balões há em volta de você? Quantos balõezinhos você carrega?

Sabemos que nossas experiências são reflexo de como agimos, de como pensamos, da energia que nos rodeia, e que só depende de nós.

Vamos fazer o bem pelo bem, abandonar os pensamentos ruins, a língua que fere, as atitudes ruins escondidas em autodefesa, e que, na realidade, são ataques gratuitos.

Ter consciência de que as pessoas que mais temos dificuldades em nos relacionar, são as que mais precisamos aprender.

Entender que os defeitos delas, são nossas fraquezas.

Sejamos caridosos, humildes, vamos distribuir paciência e amor, perdoar qualquer ofensa.

Liberte-se dos balõezinhos ruins, cerque-se dos balões da bondade e do amor.

Se alguém lhe atacar, ofender, ou fazer algum mal, não procure vingança. Fortaleça-se do bem, crie o escudo da bondade.

Fique alerta, quando um balãozinho da tristeza, da negatividade, de qualquer pensamento ruim, for enchendo em sua mente, ocupando espaço, procure dissipá-lo com um bom pensamento, com um balãozinho do bem.

Traçe o caminho da bondade, essa será sua trilha, seu legado e, se um dia por ele você tornar a caminhar, colherá os bons frutos plantados. E o melhor, será sempre o bom exemplo para outras pessoas.

Com votos de muitos balõezinhos de paz, de luz e amor à todos.

Equipe CEIL Recanto do Saber.

Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procure por Palavras-chaves
Siga-nos
  • Facebook Basic Square

Rua Engenheiro Odebrecht, 87 - Garcia
Blumenau - SC

Brasil

Fone: 55-47-3336-2204

          55-47-99729-8311

Todos os direitos reservados CEIL - Recanto do Saber