Todos os dias uma oportunidade

Às vezes queremos milagres em nossas vidas, e nos esquecemos que já somos o maior milagre, encarnamos, reencarnamos e recebemos a oportunidade de reparar erros do passado, de temos responsabilidades e de podermos ser o milagre na vida das pessoas.

Mas só queremos os benefícios, os créditos que, por vezes, nem temos tanto assim.

E, inúmeras vezes, o tempo já fez diversos milagres em nossas vidas e já estamos aqui no débito, mas como seres mimados, continuamos esperando que aconteça algo de bom conosco primeiro, daí fazermos algo de bom aos outros, para então, nos transformar.

De diversas formas recusamos nossa missão, os milagres que queremos pra nós mesmos, quando na verdade deveríamos estar operando o milagre na vida dos que nos rodeiam.

Por que recusamos nossas responsabilidades??

E na maioria das vezes agimos como na Síndrome da Gabriela, aquela música do Dorival Caymmi:

"Eu nasci assim eu cresci assim e sou mesmo sim

Vou ser sempre assim Gabriela, sempre Gabriela"

Nos emburramos como crianças mimadas, questionando por que a vida é assim, ou não é do outro jeito, sempre para atender às nossas expectativas, e não assimilando como devemos encarar e agir da melhor forma como temos... fazer do limão a limonada. Mas não, sempre queríamos que as coisas fossem exatamente como criamos na nossa expectativa.

E buscamos na Doutrina Espírita algum alento, explicações aos porquês, que temos...

Não é fácil ser Espírita, por vezes uns ensaiam nesta vida serem Espíritas, outros fingem não entender o chamado.

Uns buscam um a salvação, e ouvir que errou, que deve se corrigir, que aquela parte de nós que se acha humilde não é tão humilde assim, que doar um alimento ou uma roupa quando pedem, não é tanta caridade assim, que amar só seus entes mais queridos não é o bastante... é difícil.

Vemos na história grandes exemplos de humildade, de caridade, de admissão dos próprios erros, e ver que estamos meio longe do propósito, que estamos engatinhando...

É duro, mas que tenhamos em mente não desistir, que o caminho do autoconhecimento e da própria correção é um longo caminho, é difícil, mas é o único caminho que temos a percorrer.

Sabe-se que não é nem só um ou dois, mas vários relatos de pessoas no leito de morte, que pedem mais um tempinho, uma chance para pedir perdão, para agradecer, para dizer que ama alguém, e quantas vezes deixamos passar a oportunidade quando a temos aqui e agora.

Vamos identificar o que nos faz bem, e o que queremos para nós mesmos, quando prestamos a atenção em quem somos, e em quem queremos ser, deixar de perder tempo pondo a culpa nos outros, ou da falta de tempo, ficando desconectados do que é essencial para nossa evolução, vamos encontrar os milagres no nosso dia a dia e todas as oportunidades que recebemos de corrigir erros do passado, plantando boas sementes, para um dia colher os frutos.

O chamado é constante, é só prestar a atenção. Às vezes através da ajuda de um amigo, outras vezes por uma boa leitura, ou a palestra que busca te dar o convite a se melhorar;

Podem ser os respingos de chuva em meio ao deserto da ilusão para chamar o nosso despertar e sair da hibernação para sermos agentes transformadores do nosso tempo, da nossa realidade, do nosso Espirito eterno e desta encarnação. E quem sabe, um dia, olharmos no nosso vídeo da vida e podermos agradecer por termos conseguido estancar alguns débitos antigos dizendo: Nessa encarnação eu venci a mim mesmo!

Um ano que se inicia, novinho para agarramos as oportunidades, e abraçarmos a nós mesmos na busca da renovação e do caminho do bem.

São os votos de um ótimo e renovador ano a todos, com perseverança e humildade.

Equipe CEIL Recanto do Saber.

Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procure por Palavras-chaves
Siga-nos
  • Facebook Basic Square

Rua Engenheiro Odebrecht, 87 - Garcia
Blumenau - SC

Brasil

Fone: 55-47-3336-2204

          55-47-99729-8311

Todos os direitos reservados CEIL - Recanto do Saber